domingo, 2 de outubro de 2016

A sogra portuguesa



Voltando das compras, a sogra portuguesa chega em casa e encontra Zé Carlos, seu genro, espumando de raiva e colocando às pressas algumas roupas numa mala.

"O que foi, Zé?", ela pergunta, ansiosa.

"Eu vou lhe dizer o que aconteceu", diz ele: "Mandei um e-mail para minha esposa, dizendo que voltaria da pescaria hoje. Chego em casa e... adivinhe o que eu encontro? Sim, sua filha, minha esposa Leninha, pelada, com o Tonhão, na nossa cama de casal! Isso é imperdoável, é o fim do nosso casamento. Chega! Estou indo embora pra sempre!"

"Calma, calma, Zé Carlos!", diz a sogra. "Há algo estranho nessa história. Leninha jamais faria uma coisa dessas. Deve haver uma explicação simples para isso tudo. Vou falar com ela já, e descobrir o que houve."

Minutos depois, a sogra volta, com um sorriso nos lábios:

"Pronto, Zé Carlos, tá vendo? Eu disse que tinha que ter uma explicação simples!"

"Tá, e qual é?", esbraveja Zé Carlos.

"Ela não recebeu o teu e-mail!"

Nenhum comentário: